Pinterest Pastas e Estratégias

Thumb Pinterest Pastas e Estratégias

Como nomear as pastas no Pinterest? Existe alguma estratégia para isso? No artigo Pinterest Pastas e Estratégias vamos conferir alguns fatores que podem fazer toda diferença no desempenho do perfil.

Como funcionam as pastas?

As pastas funcionam para organizarmos nossas ideias e assuntos. Consequentemente isso pode se tornar um aliado na estratégia mais avançada de conseguir obter um tráfego constante. O ideal mesmo é ir fazendo testes enquanto vamos conhecendo a plataforma. Analisando de dentro para fora, posso dizer que vale a pena fazer uma conta para esses testes e a outra para o que for dando certo. Por exemplo, uma conta para juntar as ideias e ver o que da certo e outra conta para postar conteúdos estratégicos e já testados. Neste caso, será conforme a possibilidade de cada um em administrar todas as informações.

pinterest pastas

Tipos de pastas no Pinterest

Existem duas formas, as pastas públicas e pastas secretas. Fiz o teste e aparentemente as pastas secretas não influenciam no desempenho do perfil. Na hora que criamos a pasta, podemos marcar a opção de pasta secreta e pronto. Depois podemos torná-la pública sem problemas. Caso queira conhecer os artigos da série veja em artigos anteriores1 e artigo2. Para ver nosso perfil, acesse pins tudoimporta

Como nomear as pastas?

Pensando de maneira estratégica, podemos fazer uma união do útil e agradável. Existe uma área de categorias, onde podemos ver a quantidade de seguidores pelo tópico desejado. Por exemplo, decoração tem 15mi de seguidores, frases inpiracionais tem 5mi, dicas de culinária 19mi, e por aí vai. Pensar em qual nome pode ser um macete muito bom para o desempenho do perfil. Mas como assim? Vejamos: Se o algoritmo cataloga e sugere as suas pastas para outros usuários, e ele faz isso, até mesmo por email, a sua pasta pode ser veiculada como sugestão para outros usuários. Confira a áreas de categorias bem aqui.

Existe padrão para pastas?

Dizer que existe um padrão ainda é prematuro. Vejo o Pinterest como uma rede que se desenvolve e atualiza constantemente. Por isso devemos estudar e enxergar oportunidades. O algoritmo vai sofrendo alterações e nós vamos nos adaptando a isso e fazendo o mesmo. É mais ou menos assim que funciona. Quando comecei a usar a plataforma, tinha um formato, hoje já tem outro e amanhã certamente será diferente.

Como funcionam as tendências?

Como o já sabemos que o Pinterest é um sistema de buscas, pois é uma aplicação visual do Google, o algoritmo fará toda a indexação do nosso conteúdo, e ter isso em mente é uma vantagem na hora de montarmos um perfil nessa rede. Assim como existem os tópicos, também encontramos a área de tendências, por exemplo, as datas comemorativas. Se estamos no natal, ter uma pasta com ideias nesse tema pode ser uma antecipação e o algoritmo sugerir a sua pasta para os usuários. Ou seja, ele mesmo faz essa parte de marketing e direcionamento do conteúdo, só pelo fato da sua pasta já estar configurada corretamente.

Como cheguei a 9.000 visitas em 30 dias?

Foi muito expontâneo, porém com trabalho e dedicação. Tem detalhes importantes que fazem a diferença. Como fui vendo os assuntos e salvando os pins, não entendia muito sobre como funcionava a coisa. Hoje em dia, por exemplo, meu perfil, e só tenho um, por hora, está com 1.100 visitas apenas. Mas o que aconteceu? Foi assim: quando estava com 9k e crescendo, fui separar os assuntos e organizar as pastas. Criei mais pastas e ficaram poucos Pins por pasta. Esse foi um erro estratégico, digamos. Outro dia li na página de ajuda, veja aqui, a informação de que é melhor que tenhamos mais pins salvos no mesmo lugar do que espalhar em diversas pastas, como fiz. Um outro ponto: Mudei e fiz alterações nos dados de perfil, como o nome da página. Talvez isso tenha feito a indexação anterior se quebrar junto ao algoritmo e pode ter tido alguma punição, fazendo as visitas despencarem.

Conclusão

Minha experiência nos testes me levaram em 30 dias do zero inicial até 9k, ou seja, 9.000 visitas mensais no perfil, mesmo sem ter meus próprios Pins cadastrados na conta. Conforme vamos aprofundando o conhecimento, novas ideias surgem e podemos transmitir nossa experiência com a coisa em si. Funciona meio que parecido com um laboratório mesmo, onde fazemos experiências e compartilhamos os resultados. Eu, pelo menos, penso dessa maneira, de forma colaborativa iremos mais longe e todos terão resultados para contar. Como no aprendizado, cada pessoa tem a sua forma e velocidade, trocar figurinhas acelera o processo em todo o grupo que trabalha na mesma direção.

Envie seu comentário:

Você também pode gostar: